fechar
PAGUE COM PAYPAL E GANHE 8%OFF
A Sua Ótica Online
0 Carrinho de compras R$ 0,00
FECHAR

O SEU CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO

Adicionar produtos a ele. Confira nossa ampla gama de produtos!

Lentes de Contato: 8 Erros Para Evitar Já!

by Visioncenter
0 Comentário (s)
Lentes de Contato: 8 Erros Para Evitar Já!
Quem utiliza lentes de contato sabe que uma rotina correta e higiene rigorosa são regras absolutas a saúde dos olhos. Além de evitar problemas como alergias e infecções você também aumenta a durabilidade das suas lentes. Porém, alguns errinhos básicos ainda são cometidos pelos usuários de lentes de contato. Para não causar problemas e doenças mais graves nos seus olhos, veja 8 maus hábitos para evitar ainda hoje e tornar a sua rotina com as lentes de contato mais segura e saudável.

1 - Utilizar lentes de contato sem consultar um Oftalmologista previamente

Com lentes de contato mais confortáveis e acessíveis, algumas pessoas acham que basta uma receita médica comum para comprá-las. Porém, começar a usar lentes de contato exigem cuidados especiais. Existem estudos e exames específicos para garantir o grau, a curvatura ideal e a melhor opção para o seu caso. Além disso, a consulta médica é fundamental para que o oftalmologista informe a rotina correta e todos os cuidados necessários. Além disso, as lentes podem causar algumas reações no início do uso. Somente um médico capacitado pode dizer se as reações são normais ou significam uma alergia. Em alguns casos, a suspensão do uso das lentes de contato pode ser indicado. Portanto, não deixe de consultar seu oftalmologista antes de adquirir suas lentes, ok?!

2 - Descuidar da higiene

Aqui temos um erro básico, que muita gente comete por pensar que suas consequências não são tão graves assim. Porém, a falta de higiene como um todo pode trazer malefícios diversos a qualquer tratamento de saúde. Imagine quando esse descuido é relacionado a uma área tão sensível e vulnerável de nosso corpo? Hábitos como não lavar bem as mãos antes de colocar e retirar as lentes, por exemplo, são comuns, mas perigosos. A falta de assepsia ideal pode deixar aberta a porta para irritações, contaminações e infecções diversas! Portanto, se a lente por acaso escapar e cair, não hesite em descartá-la. Limpá-la com água ou saliva, mesmo em casos extremos, não deve ser uma opção em hipótese alguma. Jogue-a fora e opte por uma nova o quanto antes. Utilize sempre a solução própria para lavá-las e armazená-las e siga as recomendações do fabricante. Caso você não se adapte aos cuidados, a dica é optar por lentes de descarte diário. Leia mais: Lentes de Contato: cuidados básicos

3 - Utilizar as lentes de contato com os olhos irritados

Os olhos são extremamente sensíveis e suscetíveis a irritações, alergias e infecções. Uma vermelhidão ocular sempre é um indicativo de que algo não está funcionando 100% bem. Caso seus olhos estejam apresentando vermelhidão, sensibilidade ou coceira, suspenda o uso das lentes imediatamente. Esse cuidado evita o agravamento de possíveis problemas, além de evitar a contaminação das lentes para usos futuros.

4 - Não respeitar o prazo de utilização e validade das lentes de contato

Com tantas opções de lentes de contato, é fácil encontrar lentes de diferentes prazos para descarte. As lentes de contato possuem dois tipos de validade: uma para quando ainda está lacrada na embalagem original, outra para depois que foi aberta e está em uso. No geral, a duração não é medida em “vezes utilizadas”, mas no tempo passado depois da abertura da embalagem. Por exemplo: se você adquiriu lentes de contato de descarte semanal, ao 7º dia depois da abertura ela deverá ser descartada, independente se foi utilizada todos os dias ou apenas por algumas horas. Se optou por lentes quinzenais, troque-as assim que chegar o 15º dia, e assim sucessivamente. Após o prazo de validade, as lentes perdem consideravelmente a eficácia e, principalmente, a segurança durante a utilização. Portanto, esqueça a ideia de que “se não estão irritando os olhos, elas ainda podem ser utilizadas”! Muitas vezes a irritação só se manifesta quando o problema já se agravou. Saúde em primeiro lugar!

5 - Armazenar as lentes de contato de maneira errada

Lentes de contato são super delicadas, sensíveis e precisam do armazenamento correto para oferecerem sempre o máximo desempenho e segurança. Não dá para guardá-las de qualquer jeito! Não adianta cuidar da higiene das mãos para manipular suas lentes e descuidar na hora da conservação. O ideal é limpar sempre o estojo com água abundante e sabão neutro, realizar a secagem total e armazená-lo em local limpo. Os estojos devem ser trocados obrigatoriamente a cada três meses. Assim como as lentes têm prazos de validade, trocar o estojo dentro do prazo recomendado ajuda a evitar contaminações do estojo e das lentes.. Outro cuidado essencial é: conserve sempre suas lentes em Fluido Multiuso. Esqueça o soro fisiológico e, principalmente, a água. O Fluido contém agentes que combatem bactérias e que também funcionam como uma espécie de “detergente”. Assim você garante a limpeza correta das lentes, além de mantê-las devidamente hidratadas quando estiverem fora de uso.

6 - Dormir com as lentes de contato

Atualmente existem modelos de lentes de contato que proporcionam alguma segurança caso você durma com elas nos olhos. Porém, ainda que você utilize um desses modelos, o hábito deve ser evitado ao máximo sob o risco de lesões oculares. Durante o sono, os olhos perdem a lubrificação ideal para manter as lentes íntegras e o atrito entre elas e o globo ocular pode ser arriscado (e doloroso).

7 - Não atentar-se aos cuidados redobrados em viagens

Viajar é uma delícia, porém, assim como você prepara as suas malas e necessaires para garantir seu conforto fora de casa, as lentes também precisam de cuidados especiais nesse período. Em longas viagens de avião, por exemplo, o uso das lentes deve ser evitado. Isso porque as viagens muito demoradas podem causar ressecamento devido à baixa umidade do ar e excesso de ar condicionado. O mesmo cuidado deve ser tomado por quem trabalha na frente do computador, por exemplo. A atenção à tela diminui o número de vezes que piscamos os olhos e, por consequência, diminui também a lubrificação. Outro cuidado essencial é em ambiente de praia, clube ou piscina: vento, areia e água são super propícios para a contaminação das suas lentes de contato. Além disso, os mergulhos aumentam o risco de perder as lentes de contato. Para esses casos, a dica é uma só: evite! Melhor ir de óculos do que correr o risco de pegar uma infecção.

8 - Adiar as consultas de acompanhamento junto ao Oftalmologista

Começamos esse artigo falando sobre a importância de consultar um oftalmologista para começar a utilizar as suas lentes de contato. Para fechar esse compilado de dicas, nada melhor do que enfatizar a importância das visitas de rotina. As consultas são importantes para fazer o acompanhamento do tratamento, exames periódicos e preventivos. Além disso, o médico também poderá corrigir hábitos para garantir conforto e segurança na utilização de suas lentes. Não adie mais e visite seu médico o quanto antes para que possam bater um papo e atualizar a situação de seu tratamento.
by Visioncenter

POSTAR COMENTÁRIOS

Deixe um comentário


Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados