fechar
PAGUE COM PAYPAL E GANHE 8%OFF
A Sua Ótica Online
0 Carrinho de compras R$ 0,00
FECHAR

O SEU CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO

Adicionar produtos a ele. Confira nossa ampla gama de produtos!

Miopia: tudo que você precisa saber

by Visioncenter
0 Comentário (s)
Miopia: tudo que você precisa saber
De tantos problemas de visão que existem, alguns costumam ser mais conhecidos, por acontecerem com maior frequência. Dentre eles, a miopia pode ser destacada. Mas o que é a doença e como ela acontece? Ela ocorre por causa de um problema de refração do globo ocular, que faz com que os objetos que são focados à frente da retina tenham maior ênfase e, por consequência, a visão dos objetos mais distantes pareça turva. Para melhor entender como a doença se comporta, imagine um objeto passando através do olho. Em uma visão normal e saudável, essa imagem deve formar-se na retina. A retina, por sua vez, transmite as informações ao cérebro através do nervo ótico e, então, a imagem toma forma nítida e definida. No olho míope, a imagem não é formada corretamente na retina como um todo, mas sim à sua frente. Quando essa informação chega ao cérebro a imagem transmitida não corresponde ao objeto, é uma imagem desfocada e disforme. Entretanto, esse problema acontece apenas com os objetos distantes, não atrapalhando a visão dos objetos que estão próximos.

Sintomas

Como já mencionamos, um dos principais e mais marcantes sintomas da miopia é enxergar mal e de maneira distorcida tudo o que está longe. Uma pessoa míope vê claramente os objetos próximos, porém, os objetos distantes ficam turvos e embaçados. Semicerrar os olhos pode fazer com que os objetos distantes pareçam mais nítidos. Frequentemente, a miopia é notada pela primeira vez nas crianças em idade escolar. Muitas vezes as crianças não conseguem enxergar perfeitamente o que está no quadro. Entretanto não há dificuldade em ler um livro, por exemplo, já que as letras estão no seu foco de visão. A miopia se agrava conforme a idade avança. Os míopes necessitam trocar os óculos ou lentes de contato com frequência. É possível que a doença se estabilize por volta dos 20 anos de idade. Outros sintomas da miopia podem surgir, como por exemplo, “vista cansada”, dores de cabeça frequentes e o costume de cerrar dos olhos para enxergar melhor.

O que causa a miopia?

As causas exatas da miopia ainda são desconhecidas, porém, a hereditariedade é comprovada em casos agudos. Geralmente, o histórico familiar é positivo para o desenvolvimento deste problema de visão. As causas principais podem ser: - Alteração da curvatura da córnea: é o problema mais frequente. A córnea é mais curvada que o normal e leva à formação da imagem dos objetos antes de chegar à retina; - Alteração no comprimento do olho: nesses casos, o comprimento do olho é maior do que o comprimento ótico, o que chama-se de Axial. Tratam-se de miopias agudas e, geralmente, evolutivas ao longo da vida; - Miopia de índice: aparece, normalmente, depois dos 60 anos, quando as pessoas têm cataratas ou desvios similares. Nesses casos, o índice refrativo do cristalino é afetado, permitindo uma boa visão ao que está perto, mas a visão à distância é afetada. Os exames para a detecção da miopia podem incluir:
  • Teste de refração para determinar o grau correto do problema refrativo;
  • Pentacam (mapas topográficos e paquimetria).
  • Medição da pressão ocular (Tonometria);
  • Teste de leitura à distância (Snellen) e teste de leitura para perto (Jaeger);
  • Exame da retina, mácula e disco ótico;
  • Teste de visão das cores;
  • Testes dos movimentos oculares;

Tem cura?

Infelizmente, não. Porém, se o diagnóstico for feito ainda no início do desenvolvimento da doença, ela pode ser tratada de modo a corrigir o problema refrativo. Os meios para se corrigir a miopia, na atualidade, permitem ao paciente uma vida perfeitamente normal. Da mesma maneira, a miopia com astigmatismo também não tem cura. Para o tratamento ou correção da doença, inclui-se o uso de óculos, essencialmente, até aos quinze anos de idade, podendo, a partir de então, ser tratada com lentes de contato. A correção da miopia através de cirurgia também é possível após os vinte anos, caso ela esteja estabilizada. O médico oftalmologista, após uma observação atenta do paciente e dos resultados dos exames, deverá decidir qual o tratamento mais indicado, considerando caso a caso.

Como funciona a cirurgia de correção da miopia?

A partir dos vinte anos, caso a miopia esteja estabilizada, a cirurgia a laser pode ser indicada. Também podem ser utilizadas as lentes intra-oculares de câmara anterior ou posterior, se não existir indicação para cirurgia a laser. A miopia pode também ser corrigida em pacientes com mais de 45-50 anos através de lentes intra-oculares multifocais. Os resultados são ótimos, mesmo que nem todos os pacientes possam ser submetidos a este tipo de cirurgia. Os maiores riscos e complicações estão relacionados à má seleção dos pacientes para este tipo de cirurgia. Quando existe miopia e astigmatismo, a cirurgia de miopia e astigmatismo permite a correção simultânea dos dois problemas refrativos. Ela é feita através de laser ou lentes intra-oculares, de maneira rápida e com resultados definitivos. Apesar das opções cirúrgicas, muitas pessoas convivem com a miopia por toda vida sem nenhum incômodo. Com opções como os óculos de grau e lentes de contato, o problema é corrigido de forma simples e acessível. Assim, o paciente pode continuar suas atividades e tarefas diárias sem dificuldade. Os casos de cegueira envolvendo a miopia são raríssimos . O importante é visitar regularmente o seu oftalmologista, fazer o exames de rotina e sempre que necessário adequar o grau dos seus óculos ou lentes de contato à sua necessidade. Lembre-se de que manter a saúde dos seus olhos em dia é fundamental!
by Visioncenter

POSTAR COMENTÁRIOS

Deixe um comentário


Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados