fechar
PAGUE COM PAYPAL E GANHE 8%OFF
A Sua Ótica Online
0 Carrinho de compras R$ 0,00
FECHAR

O SEU CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO

Adicionar produtos a ele. Confira nossa ampla gama de produtos!

Oakley: a tradução do espírito esportivo

by Visioncenter
0 Comentário (s)
Oakley: a tradução do espírito esportivo
Duas palavras são o suficiente para descrever uma das marcas de óculos mais cobiçadas do mundo: ousadia e tecnologia. Com uma variedade enorme de modelos e inovações em óculos de sol e óculos de grau, a Oakley é uma das principais empresas do segmento esportivo. Confira agora no Blog da Vision Center um pouco mais sobre a história de uma das marcas mais icônicas da atualidade.

O Início de uma Jornada

Jim Jannard, criador da marca Oakley Jim Jannard, criador da Oakley
Nos anos de 1970, Jim Jannard era apenas um jovem estudante de farmácia na Universidade de Southern Califórnia. Apesar de extremamente inteligente, o jovem californiano era um aluno rebelde. Ele resolveu abandonar a faculdade para começar o próprio negócio: vender equipamentos para praticantes de MotoCross. Em 1975, Jim criou um laboratório na garagem de casa. Com apenas US$ 300, ele criou o seu primeiro produto original: manoplas para motocicletas. O equipamento, uma espécie de revestimento para os guidões de motocicletas, tinha design e material inovadores. Eram desenhadas anatomicamente para acomodar a mão dos pilotos. Além disso, as manoplas foram produzidas com um material que proporcionava mais aderência em contato com a água ou suor do corpo. Dessa forma, o equipamento permitia manobras muito mais precisas e seguras.

Os primeiros óculos Oakley

Apesar do sucesso, Jim logo percebeu que precisaria de uma gama maior de produtos para sustentar o seu sonho. Os primeiros óculos foram lançados em 1980, e batizados como "O Frame MX". Os óculos, que ficaram conhecidos como "Goggles", foram projetados especialmente para a prática do MotoCross e apresentavam altíssima qualidade, resistência a impactos e proteção contra os raios solares. Pouco tempo depois, em 1983, novos modelos de óculos de sol foram criados. Dessa vez, os produtos eram voltados para a prática de esportes na neve. "O Frame Snow", como foi batizado o modelo, logo conquistou diversos atletas. Dessa forma a marca começou a ganhar notoriedade no cenário esportivo nos Estados Unidos. Já em 1984 os óculos escuros "Eyeshades", produzidos com plástico e lentes removíveis, fizeram sucesso entre ciclistas de todo o mundo, expandindo a marca para outros países. Depois disso, a marca foi só crescendo e aumentando o seu número de produtos. O icônico modelo "Frogskin" foi lançado em 1985 e é o primeiro da linha lifestyle. Esse modelo foi produzido para ser usado não apenas na prática de esportes, mas também como acessório de moda. Dentre os modelos mais conhecidos estão também o Blades, Half Jacket, Sub Zeros, M-Frame e X-Metal. Este último é conhecido por ter a primeira armação do mundo produzida totalmente de metal e esculpida em 3-D.

A Evolução dos Óculos Oakley

No ano de 1993 foi inaugurada a RX Division. Esta divisão tinha como missão desenvolver lentes para óculos de sol com grau e armações para óculos de grau. O maior desafio era manter a identidade da empresa e a qualidade empregada em outros produtos também nesses novos óculos. Já em 2004 a Oakley voltou a inovar, produzindo os primeiros óculos eletrônicos do mundo. O modelo, batizado de "Oakley Thump", possuía integração com um MP3 Player. Assim, era possível ouvir músicas enquanto estivesse usando os óculos. No ano seguinte, uma parceria com a Motorola permitiu a criação dos primeiros óculos do mundo capazes de se conectarem à um aparelho celular. O "Oakley Razrwire" vinha com tecnologia Bluetooth e Wireless integradas, permitindo uma conexão sem fios com os celulares. Apesar das incríveis conquistas tecnológicas da marca, foi apenas em 2007 que a Oakley desenvolveu a primeira linha de óculos exclusivos para o público feminino. Entretanto, a espera valeu a pena. Com design sofisticado, cores cuidadosamente selecionadas e mantendo a identidade da marca, os óculos de sol femininos fizeram muito sucesso, principalmente entre mulheres despojadas, descontraídas e com espírito aventureiro.

Oakley: Tecnologia e Design

Engana-se quem pensa que a Oakley preocupa-se apenas com um design inovador. A marca sempre primou por materiais de qualidade de ponta, como Titânio, Magnésio, Acetato e até mesmo Kevlar. Este último é uma fibra sintética cinco vezes mais resistente que o aço, muito utilizada na produção de cintos de segurança, coletes à prova de balas, construções aeronáuticas e outros. A marca é a única do segmento de moda a ser aprovada em rigorosos testes de qualidade, comprovando sua qualidade. Em um dos testes, uma esfera de aço é lançada a 165 km/h contra pares de óculos. Na maioria dos casos, as lentes se despedaçam. Entretanto nos óculos Oakley a esfera de aço é amortecida e as lentes não se quebram.

Expansão e Fusão

Em 2000 a Oakley expandiu sua linha de roupas e acessórios, transformando-se numa grife cheia de estilo e personalidade. Dentre os lançamentos estavam calçados, relógios, peças de vestuário e outros acessórios esportivos. Com o crescimento da empresa, em 2007 foi anunciada a fusão da Oakley com o grupo Luxottica. A empresa italiana é a maior fabricante e distribuidora de óculos de sol do mundo. A aquisição da Oakley pela Luxottica foi avaliada em US$ 2.1 bilhões. Atualmente a Oakley é uma marca de presença global, com mais de 300 lojas próprias, além das revendedoras autorizadas, em mais de 110 países. Apesar da variedade de produtos, os óculos ainda representam 75% das vendas. Para atender a toda essa demanda, a empresa produz inacreditáveis 11 milhões de óculos todos os anos. Todos esses números comprovam o sucesso da marca, que é sinônimo de estilo e personalidade.
by Visioncenter

POSTAR COMENTÁRIOS

Deixe um comentário


Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados